Turismo Cultural em Centros Históricos

  AÇÃO FORMATIVA TURISMO CULTURAL EM CENTROS HISTÓRICOS  SINOPSE O Turismo Cultural em meio urbano e e...

30.9.17

Turismo Cultural em Centros Históricos

 










AÇÃO FORMATIVA

TURISMO CULTURAL EM CENTROS HISTÓRICOS 

SINOPSE

O Turismo Cultural em meio urbano e em especial nos Centros Históricos é um dos setores que mais contribui para o crescimento económico e a criação de emprego.

À medida que os processos como a mercadorização e turistificação da cidade e da cultura se desenvolvem e intensificam nas atuais sociedades globais, o turismo vai-se impondo como uma força de mudança determinante no desenvolvimento económico e sócio urbanístico local.

Para as questões e desafios que se colocam há que encontrar soluções que permitam um desenvolvimento sustentado e equilibrado do espaço urbano e do seu aproveitamento turístico.

Baseando-se numa estrutura analítica tridimensional onde emergem Turismo, Cidade e Cultura como os três grandes conceitos-chave do Turismo Cultural, esta ação de formação oferece um rigoroso e atualizado enquadramento teórico e conceptual sobre o turismo em espaço urbano, mais especialmente, sobre o turismo cultural nos centros históricos das cidades.

Equaciona as características específicas e tendências futuras da procura, produto e oferta turística, e estabelece a discussão sobre a importância do papel que cabe aos poderes públicos (central e local) no domínio do planeamento e gestão do turismo e consequentemente do território.

CONTEÚDOS 

Turismo cultural: centros históricos e património

Turista urbano: tipologias, segmentação, motivação, comportamentos

Fatores socioeconómicos, demográficos e políticos dos impactos do turismo de massas

Centro Histórico: produto turístico, características e tipologias

A imagem das cidades: turistas e residentes

Operadores turísticos: acessibilidades, estrutura e oferta de serviços

Vida útil das cidades enquanto destinos turísticos: que futuro?

TORRES VEDRAS
Data: 30 Setembro 2017 | Sábado das 10h00 às 18h00
Local: Sede da AMP (Auditório)
Duração: 6 horas
Inscrição: 40 € (Sócios > 1 ano 20% desconto)
Para se inscrever peça a FICHA DE INSCRIÇÃO para info@ampctv.com




15.9.17

2º Fórum das Associações









Programa

SÁBADO, 16 Setembro | 14h30 | Auditório da Expo Torres
Palestra: O TURISMO DE PASSEIOS PEDESTRES NA PROMOÇÃO DO TERRITÓRIO
A contribuição do turismo de passeios pedestres como mais-valia aos agentes locais, económicos e turísticos, na cooperação da promoção de territórios abrangentes e diversificados da oferta do turismo de natureza.
Entrada Livre
SÁBADO, 16 Setembro | 16h00 | Auditório da Expo Torres
Workshop: A CONSTRUÇÃO DE ITINERÁRIOS PEDESTRES DE PEQUENA E DE GRANDE ROTA
Percursos pedestres homologados, sinalização, marcação, monitorização, contribuição para a construção de destinos turísticos.
Entrada Livre

SÁBADO, 16 Setembro | 18h00
Passeio pedestre cultural: NOS PASSOS DE NAPOLEÃO
Passeio sob orientação histórica referente às Linhas de Torres Vedras
Início/Fim: Pavilhão Multiusos, Expo Torres
Extensão: 5/6 km
Duração: 02h00
Grau de dificuldade: fácil
Gratuito

DOMINGO, 17 Setembro | 09h00
Passeio pedestre cultural: A CIDADE E O CAMPO


Passeio sob orientação histórica referente à Cidade de Torres Vedras ao seu enquadramento e envolvente
Início/Fim: Pavilhão Multiusos, Expo Torres
Extensão: 5/6 km
Duração: 02h00
Grau de dificuldade: fácil
Gratuito



Os eventos acima referidos encontram-se integrados no programa do 2º Fórum das Associações do Concelho de Torres Vedras a decorrer no Pavilhão da Expo Torres de 15 a 17 de Setembro

A AMP estará presente entre 15 e 17 de Setembro, a apresentar os seus serviços e programas de atividades.

Visite-nos também em https://www.facebook.com/ampctv/





©2005-2017 Associação de Marchas e Passeios CTV

10.9.17

ROTA DAS ADEGAS


Veja aqui o Vídeo do Evento:

https://www.youtube.com/watch?v=uQzcXosGxQM




www.ampctv.com





ROTA DAS ADEGAS
PASSEIO TURÍSTICO E INTERPRETATIVO | CAMINHADA | CORRIDA
10 Setembro, 2017 | 09h00
Quinta da Almiara, São Mamede da Ventosa, Torres Vedras
(veja o Programa detalhado mais abaixo)

Promover os produtores para divulgar o vinho
Promover o vinho para divulgar a região

Conhecer Torres Vedras, o vinho, os produtores, as Adegas, a modernização da produção, a qualidade e as novas tecnologias, são apenas alguns dos momentos Maiores do Evento, ele pretende ser muito Mais e contribuir para o desenvolvimento turístico da região, dos locais que os habitam, das gentes, dos saberes, das tradições, é a união perfeita entre os Passeios na Natureza e o Enoturismo.

Estando a AMP fortemente ligada à cultura e à tradição dos locais, o Vinho não é exceção, assume atualmente evidência nacional e é cada vez mais destaque de eleição convergindo para muitos rituais por este Portugal fora.
Cada localidade possui uma identidade própria, o nosso território ocupa uma parte muito significativa da produção vitivinícola do Concelho de Torres Vedras. Queremos por isso dá-lo a conhecer, trazer cada vez mais turistas residentes, nacionais e estrangeiros, e proporcionar em pequenos momentos grandes experiências.

Boa é a vida, mas melhor é o vinho
Fernando Pessoa


ADEGAS | QUINTAS | VISITAS | INTERESSE | PASSAGEM

QUINTA DA VISCONDESSA (VISITA)
Quinta histórica, lugar de encontros, pertenceu outrora a Jaime Batalha Reis, diplomata português, fez parte da «Geração de 70» juntamente com Eça de Queirós, Antero de Quental e Ramalho Ortigão.
A Quinta da Viscondessa encontra-se atualmente rodeada de vinhas e mantém a sua fachada original, modernizando apenas a produção do vinho.

ADEGA MÃE (VISITA)
Inaugurada em finais de 2011, a Adega Mãe é uma das adegas de referência da região, que nasce da paixão pelo vinho. Tem uma área de vinha de 40 hectares e uma capacidade de produção de 1,5 milhões de litros por ano.

QUINTA DA ALMIARA (VISITA)
Com ligação à adega antiga, a nova Adega, surgiu da necessidade de ampliação da capacidade produtiva e de armazenamento, face ao aumento da área de vinha. Tem 160 hectares de vinha e uma capacidade de armazenamento de cerca de 4 milhões de litros.

ADEGA COOPERATIVA DE SÃO MAMEDE DA VENTOSA (INTERESSE)
É uma das maiores adegas cooperativas vitivinícolas do país. Em funcionamento desde 1956. Produz cerca de 20 milhões de litros de vinho por ano, destinando-se 95% da produção ao mercado externo, nomeadamente para os países lusófonos.

QUINTA DO VALE DE GALEGOS (INTERESSE)
As primeiras referências desta quinta remontam aos séc. XII e XIII e, tal como o nome sugere, o seu povoamento deve estar associado às gentes da Galiza.
Nesta época, era uma quinta de grandes produções agrícolas.


COMO CHEGAR
Local de encontro: Quinta da Almiara, São Mamede da Ventosa, Torres Vedras
Coordenadas Google Maps: https://goo.gl/maps/RhJ3LXLhJhx
39°03'15.5"N 9°17'27.1"W
Acesso: Vindo pela Auto Estrada A8 (sair em Torres Vedras Sul) e seguir indicação de Turcifal, seguir a Estrada Nacional N8 e na localidade de Carvalhal virar na indicação de Ventosa, siga a Estrada Municipal 505 até à localidade de Quinta da Almiara, encontrará aí o edifício que se avista em preto e dourado ao longe.
Estacionamento: O estacionamento será efetuado no interior da Quinta da Almiara, definido pela organização.

PROGRAMA DETALHADO

Passeio turístico e interpretativo de 5 km LOTADO

Visita, Quinta da Almiara, Adega Mãe, Quinta da Viscondessa,
Tem provas e visita guiada a cada uma das quintas,
Percurso simples de cerca de 5 km entre vinhas, de dificuldade baixa, acessível e adequado a toda a família,
 

Caminhada de 10 km (desportivo)

Visita, Quinta da Almiara
Percurso de dificuldade média, necessita de equipamento de caminhada,
adequado para quem gosta de conhecer e caminhar com pequenos apontamentos locais e de contacto com a natureza,
Faz passagem pela Adega Mãe (não inclui visita), Quinta do Vale de Galegos, Adega Cooperativa,

Corrida de 20 km (Trail)

Percurso muito paisagístico sobre áreas de vinha e fruta em terrenos rurais,
muito adequado para praticantes amadores de corrida/trail,
Com alguma preparação física,
Esta prova não tem classificação formal, 
existindo um prémio simbólico para os três primeiros,
Reforço alimentar, apoio e controlo durante toda a prova,
Tem almoço no final,



Acompanhe no Facebook as atualizações do Evento e a sua preparação técnica

HORÁRIOS
08h30 - Abertura do Secretariado
09h30 - Visita à Quinta da Almiara (TODOS)
10h00 - Inicio do Passeio / Caminhada / Corrida (decorrem em simultâneo)
12h30 - Chegada dos participantes
13h00 – Almoço degustação | Animação musical | Expositores

PREÇO
Gratuito: até aos 10 anos(recomenda-se idade superior a 6 anos)
Todos os Programas: 8,0€ (inclui Tshirt alusiva ao evento, seguro, provas, almoço, animação, expositores)
O PAGAMENTO é efetuado no dia do evento antes do seu início, após a confirmação do nome 

INSCRIÇÕES
Até dia 7 Setembro

Enviar NOME | DATA DE NASCIMENTO | Tamanho da TSHIRT (M - L - XL)
Qual a prova que pretende 5, 10 ou 20 kms 

Envie email com os dados solicitados acima para: ampctv@gmail.com


ENQUADRAMENTO E IMPORTÂNCIA DA ROTA DAS ADEGAS

Portugal é um país rico em regiões vitivinícolas de norte a sul e com fortes tradições de consumo de vinho, sendo o setor vitivinícola de grande importância para a economia local, regional e nacional. Grande parte das regiões vitivinícolas, localizam-se em regiões de interior, onde alguns produtores se organizaram e constituíram em ROTAS DE VINHOS, sendo esta a face mais visível da prática do Enoturismo em Portugal. 
Sendo o enoturismo um segmento da atividade turística que se baseia na viagem motivada pela apreciação do sabor e aroma dos vinhos e nas tradições e cultura das localidades que o produzem, vimos o enquadramento perfeito para a criação de um evento em que o seu âmbito turístico constitui a simbiose perfeita entre a prática dos passeios pedestres de natureza e o enoturismo, fazendo da ROTA DAS ADEGAS UM PRODUTO TURÍSTICO DE EXCELÊNCIA.
O Turismo de Passeios Pedestres é a vertente mais abrangente do cada vez mais popular Turismo de Natureza. O seu número não para de aumentar. Estima-se que para a Europa e América do Norte, existam cerca de 100 milhões de pessoas que regularmente saem de casa com o propósito de caminhar por lazer, que praticam de forma autónoma em percursos pedestres sinalizados ou que se juntam em grupos organizados para passeios pedestres acompanhados por profissionais de turismo especializados.
O Turismo de Passeios Pedestres tem um impacto mínimo no meio, apresenta uma excelente distribuição territorial, rompe com a sazonalidade de produtos turísticos mais tradicionais e promove a coesão nacional, visto acontecer genericamente em territórios de baixa densidade populacional. Pode-se afirmar que, haja uma estratégia concertada nesta área, estamos em presença de uma aposta ganhadora de um turismo sustentável e inteligente que colocará Portugal no mapa dos destinos de Turismo de Natureza na Europa.
Com este propósito, existe atualmente uma rede de percursos pedestres organizados e balizados acessíveis a todas as pessoas enquanto oferta turística privilegiada para ambientes naturais. A ROTA DAS ADEGAS apresenta características únicas e oferece experiências inesquecíveis, inigualável a qualquer outro itinerário. Pretende-se que a Rota das Adegas, englobe ainda as principais vertentes do Enoturismo:
- O turismo pedestre de natureza baseado na atração de uma região vinícola e dos seus produtores;
- Os Passeios Pedestres integrados no marketing e desenvolvimento de um destino / região;
- Uma oportunidade de promoção e de vendas diretas por parte dos produtores de vinho da região.

A ROTA DAS ADEGAS apresenta-se como um estimulador para outras formas de turismo local associadas ao Enoturismo, como o turismo de natureza, o alojamento em espaço rural ligado ao vinho e à vinha, esta é já uma área forte e de grande crescimento dentro do turismo. A visita às vinhas e estabelecimentos vinícolas, festivais e espetáculos de vinho, promoção dos vinhos da região, sendo estes os principais fatores de motivação acresce agora oferta do Turismo de Passeios Pedestres de Natureza associado ao Enoturismo que contribuirá cada vez mais e melhor para a promoção territorial. 
Trata-se por isso de um produto turístico de excelência capaz de abranger interesses públicos e privados e que somente funciona em pleno com um esforço conjunto de diversas entidades.

Vantagens e Benefícios
A promoção empresarial do Setor Vitivinícola da Região.
A promoção regional de Produtos e Vinhos de Excelência.
A promoção nacional do turismo de passeios pedestres e da rede de percursos marcados e balizados.
A contribuição do turismo de passeios pedestres como mais-valia aos agentes locais, económicos e turísticos.
Cooperar, promover e estabelecer parcerias interempresariais, criando um território mais abrangente e diversificado ao nível da oferta e da procura de produtos e serviços do turismo de passeios pedestres associados ao Enoturismo.
Integrar os agentes económicos, na promoção do turismo de passeios pedestres associando-os e identificando-os como aderentes.
Promover a oferta e os recursos turísticos disponíveis.
Comunicar e informar decisores, técnicos e empresários sobre o impacto positivo e económico do Turismo de Passeios Pedestres e a sua contribuição para a promoção territorial.

Apoios | Parceiros
Câmara Municipal de Torres Vedras
Junta de Freguesia da Freiria
Junta de Freguesia da Ventosa 
CVR - Região dos Vinhos de Lisboa
Quinta da Viscondessa
Quinta da Almiara
Adega Mãe
Rascunho Design
Constantinos
Riberalves
Alinha-te
ASAS São Mamede da Ventosa
Agrupamento de escuteiros 647 – Ventosa
Jornal Badaladas
Rádio Oeste
Quinta da Barreira
Revista Gira  
Tabacaria Havaneza 


Expositores(confirmados)
Conservas A Oeste
Efiacontece
Quinta da Várzea da Pedra

Inovação Seguros
Fysiospot
Fullform  
Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Torres Vedras 
Perfum'ar


Animação Musical
Bombos da Terra
Ginásio Higia


REGULAMENTO DA ROTA DAS ADEGAS

Altimetria 10 e 20 km





©2005-2017 Associação de Marchas e Passeios CTV